O PLANET CAST ESTA DE VOLTA

Edição 17 - Space Squad!!

U-CAST Nº 19 KAMEN RIDER AMAZON 1ª TEMPORADA!!!

Vamos falar de Kamen Rider Amazon junto com nossos parceiros.

RADIO TOKUMUSIC DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD!!!

As programações da Radio Tokumusic PlanetSatsus está disponivel para Download! Baixe nossas Programações!!!

Radio Tokumusic Planet Satsus, sempre uma nova programação

Radio Tokumusic - A Radio que toca o seu coração!

Fan Fic Cast

Curta nossa nova página

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Seiun Sentai Uniranger - Capítulo 09


Data Timming... Inciando transmissão...
Os Unirangers fazem um pique-nique no parque. Ino se vê incomodada com a repentina aproximação entre Yuusuke e Miya que é interrompida quando eles presenciam o ataque de um novo TechnoMonstro. Os cinco heróis se tornam velhos graças ao poder de filtros de imagens que Retricappu possui. Miya, por ser uma Uniana, acaba envelhecendo mais devagar e, ao receber ajuda da população, acaba conseguindo derrotar o monstro e fazer com que todos voltassem ao normal.
Data Timming... Fim da transmissão...

Ino havia levantado diferente naquela manhã. Ela liga para Yuusuke combinando de tomar café da manhã no centro da cidade. Durante todo o trajeto para o centro, Ino parecia nervosa como se unisse forças para alguma coisa. Ao descer do ônibus e caminhar em direção à lanchonete, balbuciava alguma coisa para si que ninguém mais conseguia entender.
- Você consegue. – ela dizia baixinho para si. – Você consegue.
A Uniranger olha pela vitrine da lanchonete e avista Yuusuke que estava sentado já olhando o cardápio. Por mais magro que fosse, o rapaz comia como um touro. A banda sempre brincara dizendo que seu estômago era um buraco sem fim. Lembrar daquilo fazia Ino dar pequenas risadas que chamam a atenção das pessoas ao seu lado. A garota percebe e fica um tanto sem graça entrando na lanchonete de uma vez e se aproximando dele.
- Yo, Ino-chan! – diz Yuusuke sorrindo ao vê-la. – Já estou olhando o cardápio, ok? Tô com fome.
- Novidade... – ela dizia sentando-se. Ela então fica séria ao olhar para Yuusuke. – Yuusuke-kun...
- Hm? – Yuusuke a olha. Ela parecia nervosa e então o rapaz toca sua mão. – O que foi, Ino-chan? Você está tremendo. Aconteceu alguma coisa?
Ino de repente trava. Ela queria dizer algo, mas não conseguia, sua voz simplesmente parecia não querer sair. Seu corpo tremia e suas mãos suavam de nervoso. Yuusuke começava a ficar preocupado.
- Ino? – uma voz atrás dela lhe parecia familiar. – O que houve? Está bem?!
A pessoa atrás dela em questão era Miya que dá a volta nela e a encara de frente, preocupada também.
- Acho que ela não está passando bem. – dizia Yuusuke para a Uniana. – Será que ela comeu algo que não a fez bem?
- Yuusuke, ela chamou pra tomar café da manhã. – comentava Miya.
- E daí? – ele respondia. – Eu vim tomar café da manhã também, mas dei uma forrada no estômago antes de sair.
Enquanto os dois conversavam, Ino parecia ainda mais nervosa. Ela nem mesmo reparara em Miya ali ainda. Aos poucos, ela vai se esparramando na cadeira como se fosse uma geleia de tão nervosa que estava.
- Ahhh.... – ela gemia de nervoso.

Os grandes protetores do universo! Os Guerreiros escolhidos para defender a justiça em todos os planetas... Eles são... Seiun Sentai Uniranger!
Abertura: https://youtu.be/qLuMlTgRlXw


Launch 9 – Make Up! Miya e Ino caem em uma armadilha

Após algum tempo, Ino já havia se acalmado. Os três terminavam de tomar seu café da manhã e respiravam aliviados, como se tivessem comido o mundo.
- Mas então, Ino-chan. – Yuusuke dizia quebrando o silencio. – Você disse que queria falar algo comigo, o que é?
Ino voltava a ficar estranha. Ela olha então para Miya antes que pudesse ficar nervosa novamente e olha para Yuusuke.
- N-Não é nada. – ela responde enfim.
- Tem certeza? – ele toca a mão de Ino novamente que tenta esconder o nervosismo. – Parecia ser importante.
- Foi impressão sua. – Ino logo puxa sua mão. – F-Foi um bom café da manhã, né? Então tá, eu vou nessa!
- Ei! Mas, já? – Yuusuke a estranha. – Calma aí!
- E-Eu tenho que ir!
A garota se vira de repente trombando numa pessoa que passava, ela olha constrangida e sai correndo sem nem mesmo pedir desculpas. Ino corre o mais rápido possível da lanchonete querendo chorar. Ela não podia acreditar que não conseguira dizer a ele. Não podia acreditar que ele levara Miya para aquele momento. Se ela não estivesse lá, talvez...
- A quem quero enganar? – ela pensava em voz alta após parar de correr. – Eu ficaria nervosa do mesmo jeito e o resultado seria o mesmo...
- Que resultado? – a voz de Yuusuke a assustar Ino.
- AHHHHHH! – ela grita com o susto dando um salto em seguida e se virando. – YUUSUKE-KUN!!! NÃO CHEGUE ASSIM!
- Foi mal. – ele ria sem graça com Miya do seu lado. – Você esqueceu sua mochila lá. Francamente, Ino, você só não esquece a cabeça porque está presa no pescoço.
- O-Obrigada. – ela pega rapidamente a mochila fazendo reverencia e ameaçando ir embora.
- Espera! – Yuusuke segura seu braço. – O que vai fazer?
Ela não respondia nada. Seu corpo travara novamente enquanto ela se perdia nos olhos de Yuusuke.
- Ino, eu sei o que você foi fazer lá. – Yuusuke dizia. – Me diga, o que vai fazer a respeito?
A garota ficara surpresa e em choque. Ela nunca vira Yuusuke daquela forma. Ele então a puxa e a envolve em seus braços deixando Ino ainda mais sem graça e nervosa. Sua boca tremia ao mesmo tempo em que ela a mordia involuntariamente. Seu coração batia aceleradamente. Ia acontecer, o que ela sonhara a tanto tempo finalmente ia acontecer. Os dois estavam prestes a se beijar quando uma mão surge no meio fazendo a cena se desmanchar.
- Alo-ow! – Yuusuke dizia passando a mão na frente de Ino que simplesmente sente um estalo e volta a si.
- Hm? – ela dizia perdida.
- Eu perguntei o que ia fazer. – dizia Yuusuke.
- Y-Yuusuke-kun, eu... Eu....
- Bom, Ino-chan. – ele a interrompia. – Tava pensando aqui, seria legal se Miya-chan passasse um tempo de qualidade fazendo coisas que garotas gostam de fazer aqui na Terra. – ele continuava sem dar a mínima para o nervosismo de Ino. – O que acha, Ino-chan? Você levaria Miya para um passeio no Shopping? Só você e ela?
Ino olhava para Yuusuke e então para Miya novamente. Parte dela estava decepcionada, mas mentalmente ela acaba dando de ombros e então aceita o pedido de Yuusuke, mesmo não sendo o pedido que ela queria. As duas vão para o Shopping mais perto.
[Castelo Brazidoran]
- Então as duas Uniranger vão às compras huh? – dizia a Imperatriz Diiruma observando tudo. – Interessante... Ruu!
- Sim, Majestade... – diz o duende se aproximando com seus pés desengonçados.
- Onde está o novo TechnoMonstro?
- Bem aqui, senhora, acabei de cria-lo! – o duende vira-se de lado mostrando o novo monstro.
O TechnoMonstro parecia um manequim feminino com um longo vestido vermelho e agulhas presas em linhas. Uma peruca loira lhe cobria a cabeça e ela segurava um espelho em sua mão.
- Sou o TechnoMonstro Makeappu! – o monstro se apresentava. – Não se preocupe, majestade, eu farei com que essas duas Uniranger pereçam diante da mais bela de seu exército! No caso, eu! – ela se olhava no espelho em sua mão ajeitando a peruca. – Aliás, se a senhora quiser, posso dar uma corrigida na sua make, majestade!
- O que tem minha maquiagem? – dizia a imperatriz correndo até ela e olhando para o espelho.
- Precisa de uma correçãozinha aqui e ali, e então a senhora ficará plena como a soberana que é! – dizia a TechnoMonstro.
O Rei Ika olhava aquilo entediado e então pigarreia fazendo com que as duas parassem com aquilo. Makeappu faz uma reverencia e então some em meio a glitters e pós de maquiagem que a Imperatriz aproveita para pegar e passar em seu rosto.
- Hm... – Diiruma olhava em um espelho. – Não sei do que ela está falando, eu me maqueio muito bem, não acha querido?
- Com certeza, meu amor! – dizia o Rei Ika. – Tudo o que você faz é perfeito!
De volta à cidade, Ino e Miya andavam pelo Shopping no Centro da cidade. Miya já havia passeado por lá com os outros em outras oportunidades, mas em ambas foram atacadas pelo Império Brazillo e por isso Miya não havia prestado a atenção em tantas coisas. Ela ficara impressionada com quantas lojas e coisas eram vendidas em um Shopping. Também reparara no quanto Ino parecia distante. As duas nunca haviam parado realmente para conversar e criar um vínculo. Miya não sabia ao certo como falar com ela. Já Ino claramente se sentia um tanto incomoda. Em sua cabeça, ela não podia acreditar naquela situação.
- Porque eu sempre me coloco nessas situações? – ela pensava. – Por que eu tenho que ser tão tímida assim? Ficar sozinha justo com ela? Mas agora não tem jeito. Já disse que podia... – Ino finalmente quebrava o silencio entre elas. – Olha, Miya!
Ino apontava para uma placa em frente a uma loja de roupas. Tudo estava com 50% de desconto. Elas se olham e de repente, nem parecia que uma das duas era uma alien desacostumada a esse tipo de coisa, logo entram na loja e começam a olhar algumas roupas. Uma das atendentes se aproxima, como se praxe.
- Essa roupa deve ficar linda em você. – ela diz contornando Miya e puxando um lindo vestido amarelo. – O que acha?
- Hm... – Miya parecia pensativa e olhando para Ino.
- É bom mudar o guarda-roupa de vez em quando. – Ino responde.
- Mas o que o guarda-roupa tem a ver com esse vestido? – Miya ficava confusa fazendo com que Ino voltasse a se lembrar que diante dela estava alguém de outro mundo, literalmente.
- Hahahahah! – Ino ria constrangida e fingindo. – Não ligue! Ela gosta de fazer piada! Essa foi boa, amiga! – a garota a puxa para um canto e começa a cochichar. – É uma expressão aqui da Terra. Quer dizer que é bom ter variedades de roupas.
Miya chega um pouco para trás como numa reação de surpresa.
- Vocês terráqueos são muito estranhos. – ela comentava.
Novamente, Ino ria exageradamente fingindo que o comentário tivesse sido uma brincadeira. Ela toma o vestido da mão da atendente que olhava esquisito pras duas. Ino puxa Miya para um provador e entra no do lado.
- Err... Ino... – a uniana parecia com um certo receio de falar com ela. – Você... – ela respira fundo e então solta de uma vez. – Você gosta do Yuusuke, não gosta?
- Q-Quê?! – diz Ino assustando-se com a pergunta da alien. – Porque isso agora?!
Porém, quando Miya ia continuar a conversa, as duas são surpreendidas por um compartimento abaixo delas se abrindo. As duas deslizam por uma longa rampa que as fazem cair em um compartimento repleto de espelhos. Miya se levanta e vai até Ino.
- Você está bem? – pergunta a uniana. – Se machucou?
- Estou. – diz Ino um tanto atordoada, mas ainda se sentindo estranha com a presença de Miya ali. Ela recusa a ajuda pra se levantar e olha os espelhos que as cercavam.
- Onde será que estamos? – ela indagava.
- Não sei. – responde Miya olhando em volta também. – Caímos em uma armadilha do Império Brazillo.
As duas começam a inspecionar os espelhos tentando achar uma ruptura ou algo que as ajudassem a sair dali. Miya ativa a SeiunKen e ataca o espelho na tentativa de quebra-lo, mas ao invés disso acaba recebendo uma descarga elétrica que a faz cair.
- É inútil... – ela comenta. – Estamos realmente presas aqui. Qualquer ataque que desferirmos nesses espelhos seremos eletrocutadas.
- Essa não! – pensava Ino. – Eu vou ficar presa aqui com ela?!
Enquanto isso, algum bom tempo já havia se passado. Yuusuke chega até o estúdio para ensaiar e vê apenas Kenshin e Takato, eles testavam e afinavam seus instrumentos, o uniranger vermelho estranhava a falta de Ino.
- Onde está Ino? – ele perguntava para os outros dois que o olham e dão de ombros.
- Eu achei que estivesse com você. – diz Kenshin, o que não agrada nem um pouco os ouvidos de Takato. – Não iam tomar café juntos?
- Isso tem horas, cara. – comentava Yuusuke. – Tinha minhas coisas pra fazer, deixei ela com Miya.
- C-Com a Miya? – pergunta Takato um tanto que surpreso e nervoso.
- É, achei que seria uma boa Ino passear no Shopping com ela e estreitar vínculos. Ela é muito tímida e meio antissocial, sempre foi.
O Uni-Maker dos três tocam, eles olham em volta e então atendem. Krinus parecia bastante preocupado, Miya ainda não havia retornado para a nave o que deixa os heróis preocupados também, uma vez que Ino também sumira. Eles decidem ir para o Shopping no centro onde Yuusuke havia dito que tinham ido, procuram por todos os lados, mas nenhum sinal das duas Unirangers. Quanto mais o tempo passava, mais eles ficavam preocupados. Os três voltam a se reunir de frente para a loja de roupas e maquiagens.
- E então? – perguntava Takato para os dois.
- Nada. – respondia Kenshin.
- Nem um sinal sequer. – dizia Yuusuke também. – Isso está muito estranho.
- Pra onde elas podem ter ido? – indagava Kenshin.
- Hm... – Takato se via pensativo a respeito. – Isso está me cheirando ao Império Brazillo.
Eles questionavam a respeito quando a atendente se aproximam deles.
- Boa tarde, gostariam de provar algumas de nossas colônias masculinas? – ela perguntava.
- Er... Não, obrigado. – respondia Yuusuke. – Estamos ocupados.
- Entendo. – ela dizia. – Se houver algo em que possa ajudar.
- Na verdade, existe algo que possa nos ajudar sim. – diz Takato. – Estamos procurando duas amigas, uma de cabelos longos e pretos com uma jaqueta jeans esverdeada e short. A outra tem cabelos até os ombros meio encaracolados e castanhos. Deve estar de short marrom e uma blusa amarela social.
- Ah sim, elas vieram aqui sim. – diz a atendente. – Pensando bem, a última vez que as vi foi entrando nos provadores, mas não as vi saírem da loja. – a atendente levava o indicador ao queixo, pensativa.
Os três entram na loja e vão rumo aos provadores para procura-las. Eles passam por todos até finalmente se depararem com dois que possuíam aberturas no chão.
- Eu sabia! – diz Takato ao ver aquilo. – Elas caíram em uma armadilha de Brazillo!
No que diz aquilo, os três notam uma rápida movimentação e desviam do ataque de alguns Dollers que aparecem atrás deles. Os soldados param do lado da atendente que fazia uma pose com os braços cruzados.
- Desgraçada, você é do Império Brazillo, não é?! – diz Takato.
- Hahahaha, sim! – a atendente diz puxando sua roupa e a jogando para o alto revelando-se o TechnoMonstro. – Sou o TechnoMonstro Makeappu! Unirangers, vocês caíram em minha armadilha direitinho!
- Desgraçada... – Kenshin socava o próprio punho.
- O que fez com Ino e Miya?! – indagava Yuusuke.
- Não se preocupem com suas amiguinhas, logo estarão com elas no inferno! – a vilã diz indo pra cima dos três que desviam do ataque puxando suas SeiunKeys e se transformando.
Enquanto isso, Ino e Miya se encontravam sentadas no chão encarando os espelhos. Uma sensação constrangedora e incomoda rondava as duas. Elas evitavam se olhar, ainda assim, Ino a encarava de vez em quando até que Miya nota e a encara também.
- Não precisa se preocupar. – Miya dizia.
- Eu sei, Yuusuke e os outros devem aparecer logo pra nos salvar. – Ino respondia com um sorriso que Miya não sabia se era verdadeiro ou forçado.
- Não é disso que estou falando. – Miya a cortava na hora. – Falo em relação ao Yuusuke.
- Hm? – Ino se fazia de desentendida. – D-Do que está falando?
- Você gosta dele, não gosta? – Miya soltava enfim. – Digo, mais do que como um amigo. Pude notar.
- E-Está enxergando coisas. – Ino negava mesmo estando na cara que era mentira.
- Pode dizer, você ia se declarar pra ele, não ia? – a uniana insistia. – Porque não o fez?
- Isso não importa. – Ino finalmente abaixava a guarda e olhava de canto, com uma feição entristecida. – Ele jamais se interessaria por alguém tão tímida e sem graça como eu.
- Do que está falando? – a alien interrompe Ino com um olhar de repreensão. – Você pode até ser tímida, mas não é sem graça coisa nenhuma! Você é capaz de deixar a timidez de lado e subir num palco pra cantar, sempre que faz isso, deixa transparecer sua verdadeira natureza – a de uma pessoa forte e firme. Qualquer terráqueo seria muito sortudo em ter alguém como você. Se Yuusuke não enxerga isso, ele é um tolo.
- Mi-Miya-chan... – Ino ficava surpresa e em choque com aquelas palavras. Aquele tempo todo encucada com ela e Yuusuke e ainda assim, foi capaz de proferir palavras como aquelas.
- De qualquer forma, eu já disse: não precisa se preocupar. – Miya abria um sorriso.
Ino ficava ainda mais sem graça. Ela então tenta desconversar jogando o foco do assunto numa forma de sair dali. Ino se aproxima novamente dos espelhos colocando seu ouvido sobre eles e dando alguns toques quando escuta a voz de Yuusuke.
- Ino-chan! Miya-chan! – diz o guerreiro vermelho. – Vocês estão aí?!   
- Yuusuke-kun? – diz Ino chamando a atenção de Miya que se levanta e se aproxima colocando o ouvido no espelho também. – Sim! Estamos aqui!
- Muito bem! – ele dizia através do espelho. – Não se preocupem, vou tirá-las daí! Afastem-se!
Como pedido, as duas se afastam no que Seiun Mars prepara seu ataque, o Mars Dynamic Slash, onde o herói movimenta a Mars Blazer em Blade Mode em um círculo e o corta em diagonal, formando a imagem de um planeta vermelho que destrói a parede de espelhos na frente das garotas. As duas saem de lá correndo e eles vão de encontro aos outros dois Unirangers que seguravam as pontas com os soldados Dollers e Makeappu.
- Miya! Ino! – diz Seiun Jupiter ao se aproximar.
- Que bom que estão bem. – Seiun Saturn tocava o ombro de Ino.
As duas garotas viram a cara e então dão um tapa no capacete dos três.
- Porque demoraram tanto?! – diz Miya.
- Aposto que nem deram pela nossa falta, não é mesmo? – indagava Ino.
- Ui! Olha só elas! – Seiun Mars brincava. – Tão de TPM, é?!
As duas olham com um olhar feroz para os três que apenas recuam. Elas então se olham e Miya toca no ombro de Ino.
- Então, o que acha de mostrarmos pra essazinha aí o nosso Girl Power? – perguntava a Uniana. Ino queria perguntar como ela sabia esse termo, mas aquela não era hora praquilo.
- Vamos nessa. – diz a uniranger azul enfim.
As duas puxam suas Seiun Keys e as encaixam no Uni-Maker.
- Seiun Key! – dizem elas em uníssono. – Start Henshin!!
VENUS MERCURY
– 
LAUNCH
Um brilho as envolve, ao fundo aparece o universo, o corpo de cada uma brilha intensamente, desse brilho surge um uniforme, que se completa com o capacete em suas cabeças.
- A Guerreira Brilhante! – diz SeiunMercury rodopiando como se segurasse um véu e então jogando as pernas cada uma para um lado, levando uma das mãos pra cima enquanto a outra se posicionava na cintura enquanto a imagem do planeta Mercúrio aparecia no fundo – SeiunMercury!
- A Guerreira da Alvorada! – diz SeiunVenus fazendo movimentos com as mãos na frente da cabeça. Ela desliza a perna direita para trás como num passo de tango joga o braço esquerdo para cima. Em seguida o move rapidamente para o lado enquanto o direito vai pra frente no que a imagem do planeta Vênus aparecia no fundo – SeiunVenus!
- O Gue-!
- Vamos nessa! – diz Seiun Venus sem esperar junto com Seiun Mercury, ambas correm em direção aos Dollers e à Makeappu.
- Ei! Isso está errado... – diz Seiun Mars injuriado. – Muito errado!
- Deixa pra lá! – Seiun Jupiter toca o ombro do amigo e parte pra cima dos Dollers assim como Seiun Saturn.
Enquanto os três heróis enfrentavam os Dollers, Venus e Mercury iam com tudo pra cima da TechnoMonstro. SeiunVenus dava uma sequencia de socos contra a vilã, ela então se abaixa no que Seiun Mercury dá um rolamento em suas costas e acerta o monstro com um chute. As duas então armam um soco em conjunto que atinge o peito da vilã.
- Vocês vão precisar de mais do que isso pra acabarem comigo! – diz ela.
- Ah, mas nós temos mais do que isso, não é mesmo? – diz Seiun Venus olhando para a colega Uniranger.
- Sim! – Mercury concorda.
- Venus Shooter! – dizia a heroína de amarelo invocando sua arma. – VENUS PLASMA CRUSH!!!
Ela dispara um raio de plasma poderoso no formato do planeta contra Makeappu que, ao ser atingida, deixa o espelho voar até a mão da heroína.
- M-Meu espelho! – diz a vilã. – Me devolva!
- Você quer esse espelho é? – Venus dizia. – Porque quer tanto esse espelho? O que ele tem de especial?
- N-Nada! – insistia a vilã com receio. – Me devolva logo!
- Tudo bem, já que insiste... – SeiunVenus joga o espelho para o alto. – Pega!
- Mercury Daggers! – dizia a heroína de azul invocando sua arma. – MERCURY BUBBLE BOMB!
Ela assopra as bolhas criadas com as adagas na direção do espelho que se quebra com o impacto das explosões. O espelho cai destruído no chão enquanto que a vilã se aproxima dele desesperada.
- N-Não é possível! – ela dizia. – O que vocês fizeram? Como posso lutar sem observar o quão bela eu sou?! Como?!
- Vamos acabar com ela logo. – diz SeiunVenus.
As duas heroínas invocam o Magnum Cannon que surge voando nos céus e pousa diante delas.
- MAGNUM CANNON! – dizem os cinco em uníssono.
- Preparar para o lançamento! – dizia SeiunVenus olhando para SeiunMercury que tentava centralizar a vilã no meio.
- Na mira! – diz ela ao conseguir.
- Disparar! – comandava SeiunVenus.
No que o comando é dado, a cabeça da arma nave é disparada numa velocidade surpreendente. Com a imagem de uma nave espacial atravessando os planetas e asteroides das duas heroínas, ela atravessa o monstro com tudo. Os outros três se aproximam delas finalmente.
- Isso foi incrível! – diz SeiunJupiter.
- Como descobriram que o ponto fraco dela era o espelho? – indagava SeiunSaturn.
- Foi muito simples. – explicava SeiunVenus. – Ela nos trancou em um lugar repleto de espelhos e quando foi atingida agora e deixou o espelho em sua mão cair nas minhas, eu notei o quão desesperada ela ficou.
- Foi uma questão de somar dois mais a dois. Ela era muito vaidosa, e deixou com que percebêssemos isso. Se o espelho fosse destruído, ela ficaria desequilibrada emocionalmente e criaria uma abertura para nós. – concluía Seiun Mercury.
- Me lembrem de nunca despertar a ira de vocês. – comentava SeiunMars.
Os heróis logo são surpreendidos com a imagem de um trevo enorme que atinge os restos de Makeappu e a revive em uma forma gigantesca.
- Ahhhh!!! – gritava a gigantesca TechnoMonstro. – Vocês duas me fizeram perder todo o meu glamour e elegância! Vão pagar por isso!
Ela tenta pegar as duas heroínas, mas elas e os outros três desviam dando rolamentos e então invocam seus mechas realizando o gattai logo em seguida. O foguete se encaixa à nave espacial. O jato de divide formando os braços que se acoplam ao robô. O carro espacial toma a forma de uma perna que se acopla à turbina direita do foguete enquanto o satélite toma a forma de uma perna também que se acopla à turbina esquerda do foguete. Um compartimento na parte superior do foguete se abre revelando um rosto que brilha seus olhos intensamente e se mantendo ligado.
- PODEROSO UNIGREAT! ATERRISSAR! – dizem todos em uníssono.
UniGreat cai em pé no chão batendo suas mãos anunciando que estava pronto para o combate.
- Não pensem que vão me vencer tão facilmente assim! – diz Makeappu. – Eu estou bem mais forte agora e vocês não viram todas as minhas habilidades!!
A vilã começa a atacar os heróis com as agulhas presas em seu vestido. Essas agulhas se mantinham ligadas ao seu corpo através de linhas bem fortes. Elas se movimentavam como se estivessem vivas atingindo UniGreat que só conseguia dar alguns passos pra trás enquanto soltava faíscas. Em seguida, as agulhas começam a enrolar as linhas nos braços do robô que tentava mexe-los e se soltar delas, mas inutilmente.
- Hahahaha, estão vendo? – diz a vilã. – Isso é o que acontece por despertarem minha ira!
- Ah, é mesmo? – dizia SeiunMercury. – Que tal darmos um passeio então?!
A heroína começa a apertar alguns botões no painel à sua frente que fazem com que seu mecha pessoal e o de SeiunJupiter se desprendessem do robô que começa a flutuar com as turbinas religadas. Unigreat começa a voar de um lado para o outro puxando a vilã que gritava desesperada enquanto batia nos prédios à sua frente. Em seguida ele a conduz até o espaço e desce num rasante de volta para a Terra fazendo a TechnoMonstro se chocar com tudo no chão e livrando o robô de suas agulhas.
- Ai... – dizia a vilã levantando-se tonta como se pudesse ver estrelas em volta de sua cabeça.
- Pessoal, vamos acabar com isso! – diz SeiunVenus no que os outros concordavam em uníssono.
- SEIUN SABRE! - dizia SeiunMars invocando a espada do robô.
UniGreat balançava sua espada de um lado para o outro. Em seguida ele puxa a espada e a para em 90º perpendicular à cabeça.
- CHOU SLASHING BOLT! – dizem os cinco em uníssono.
UniGreat enche sua lamina de energia com raios que caíam sob um fundo negro. O robô corre na direção do monstro e atravessa a espada verticalmente e depois horizontalmente. Secretappu gira seu corpo em 360º e se choca contra o chão criando uma grande explosão. UniGreat se posiciona em pé enquanto os Unirangers comemoravam a vitória.
- Isso sim é uma vitória de outro mundo! - dizia SeiunMars fazendo joinha para a tela.
Passado algum tempo, a paz havia retornado à Terra naquele dia. Os nossos heróis comemoravam na UniShip, Yuusuke, Takato e Kenshin perturbavam Krinus devido às bebidas enquanto que Miya aproveita pra se afastar com Ino e conversar em particular, as duas vão para o quarto.
- O que você queria me dizer? – indaga Ino ainda um tanto incomodada.
- Nós fomos interrompidas àquela hora. – Miya dizia referindo-se a quando estavam presas na armadilha de Brazillo e Yuusuke apareceu. – Só queria dizer pra não se preocupar.
- Me preocupar? – Ino parecia confusa. – Com o que?
- Comigo e Yuusuke.
- V-Você e o Yuusuke? – Ino não conseguia esconder seu espanto e medo do que seria dito em seguida. – O-O que tem vocês?
- Não temos nada. – respondia Miya. – Por isso não deve se preocupar. Yuusuke, ele... – Miya parava por um breve período, como se buscasse as palavras certas. -... Tornou-se um bom amigo, apenas isso. – ela dissera aquilo, mas não parecia muito certa. – É, é isso, apenas um bom amigo.
Ino tenta disfarçar, mas no fundo aquelas palavras deixaram seu coração calmo e mais tranquilo. Ela acaba deixando um sorriso de alivio escapar. Miya sorri pra ela também e então se vira para deixa-la sozinha um pouco, porém, ela para apoiando-se no portal do quarto e olha de lado para a heroína azul.
- ... Ao menos por enquanto. – ela concluía dando uma piscada pra Ino e rindo um pouco, saindo em seguida.
Continua...

Pessoal! É hora do Quiz planetário!
A porta da sala de comando da UniShip se abre, Krinus teclava rapidamente no computador. A câmera se aproxima dele.
- Olá! O que acharam do episódio de hoje? Miya e Ino parece que ficaram mais próximas depois disso, não acham? – dizia o robô. - O episódio de hoje foi centrado nelas, portanto, vamos falar do planeta Vênus e Mercúrio! – ele apontava para o telão que mostrava uma imagem dos dois planetas. Ambos são planetas interiores do Sistema Solar. Além disso, o que mais eles tem em comum?

Encerramento: https://www.youtube.com/watch?v=1gRdGs1kIzg

Pessoal! É hora do quiz planetário!
- Oh, olá de novo! – dizia Krinus. – E então? Descobriram? Bom, a resposta é: os dois possuem nomes de deuses mitológicos! Os dois planetas possuem aparições matutinas e vespertinas. Isso fez com que os planetas fossem nomeados pelos gregos segundo suas aparições – Apolo (matutino) e Hermes (vespertino) para Mercúrio. Eosphorus e Hesperus respectivamente para Venus. Enquanto que Mercúrio já se sabia se tratar do mesmo objeto, Venus foi considerada dois objetos distintos por um tempo em suas aparições. Por hoje é só, mas fiquem aí e vejam o que vem a seguir!

Atention! Atention! A nave já vai partir!
Krinus capta um pedido vindo do espaço. Ino reconhece como sendo de sua mãe e ela e Takato decidem ir de encontro a ela. No entanto, mais surpresas virão. Launch 10 – O pedido vindo do espaço.


Makeappu
 

domingo, 6 de agosto de 2017

PLANET CAST #17 - VAMOS FALAR DE SPACE SQUAD!!


Fala galerinha do Planet Satsus!! Estamos de volta com o Planet Cast depois de mais de um ano de hiato. E nesse Cast temos a participação de Gilson Andrade, Maique Dull, Daniel Lana, João Silva do grupo Kamen Riders Unidos e claro, eu!! Vamos falar do filme que alastrou comentários e boatos pela tokunet antes de sua estréia, e quando chegou aqui sem legenda, explodiu mentes por todo o pais, mas que quando a legenda chegou, dividiu opiniões. Teremos um verdadeiro debate, regado a muito humor com toda essa galera.

Então clique no Player e seja muito bem vindo ao Planet Cast o Retorno. Não deixe de visitar a página do nosso convidado João Silva.

Fiquem com Deus e até a proxima.

Pagina do participante João Silva
https://www.facebook.com/groups/Kamen Riders Unidos





sábado, 29 de julho de 2017

Aprendendo a Assistir Séries Clássicas



Aprendendo a Assistir Séries Clássicas

     Certa vez, fui questionado por um amigo: "você curte séries clássicas?" Eu respondi que "sim"! E esse meu amigo insistiu: "Ah é? Cite algumas séries que são clássicas, para você?" Respondi: "Ué? Jaspion, Changeman, Kamen Rider Black, por exemplo!" Ele balançou a cabeça, negativamente, e disse: "Não! Volte mais no tempo!" Pensei e respondi, prontamente: "Aaah! Você está falando de Ultraman, de Spectroman, Magma Taishi (Goldar e os Vingadores do Espaço), Robô Gigante etc?" Ele: "Sim, mas e as séries do anos 60 e 70 que não foram exibidas por aqui? Você já assistiu?" Percebi que ou eu desconhecia essas séries ou só as conhecia de ouvir falar.

     Bom, durante a publicação do Cine Rede Tokusatsu, recebi uma sugestão de postar Super Robô Red Baron de 1973 e Spiderman-Japonês de 1978. "Torci o nariz" e não fiquei muito animado devido aquele preconceito bobo de julgar séries pelo visual. Eu assisto às séries, ao mesmo tempo, que as publico. Seria eu capaz de assistir séries antigas que não contam com o auxílio do meu sentimento nostálgico? Fiquei preocupado em achar tudo "tosco" demais. Enfim, resolvi encarar o desafio!

     Primeiro, tive que lhe dar com o  preconceito de achar "tosco"! Entendi que eu não devia assistir procurando e comparando com as técnicas de filmagem e efeitos especiais das séries dos anos 80, 90 ou muito menos, com as dos dias atuais. Eu deveria respeitar as opções de produção da época. Sem comparações! Apenas curtir à série.

     Depois, tive que lidar com a falta de amor nostálgico. Assistir séries dos tempos da Manchete era  fácil para mim, por causa daquela sensação gostosa, aquela de relembrar uma época maravilhosa da vida de muitos (infância e adolescência). Assim como nos tempos da Manchete, eu não estava atrás de perfeição nos mínimos detalhes. Eu não iria assistir à procura da série perfeita. Fui apenas em busca de entretenimento.

     Assim, eu assisti aos meus primeiros tokusatsu clássicos: Red Baron e Spiderman-Japonês. Arrependimento? Zero! Fiquei encantado com a qualidade e maturidade da história, aliadas aos efeitos mais simples e reais das séries clássicas! Os momentos de limitações técnicas ficaram como um alívio cômico nessas séries que, por vezes, deixaram-me em dúvida:  "estou, realmente, assistindo algo voltado para o público infanto juvenil?" Mortes, sangue, cenas com fortes cargas dramáticas etc. Tudo que um tokufã, hoje, já "grandinho" poderia querer em séries tokusatsu. Cheguei até brincar com um amigo de tokunet: "Rapaz! Como morre gente nessas séries, hein? Todo episódio, uma tragédia! Não dá para assistir sem uma caixa com lenços de papel ao lado!" Rs

     Sem dúvida, uma experiência muito bacana, a qual, eu que curti muito! A partir dessas referidas séries, eu fui introduzido ao universo dos clássicos! Assistindo várias outras séries, na sequência.

     Eu quis dividir essa experiência com vocês, porque, certamente, muitos têm ou tinham esses receios ao assistirem vídeos de séries clássicas, que não foram exibidas por aqui. Muitos, assim como eu, venceram essa barreira, porém, muitos ainda devem estar "presos" nela. Dê uma chance para essas séries você, também! Pergunte para quem já assistiu. Certamente, você se surpreenderá!

Luciano Alves de Souza
Adm Fãs de Séries Japonesas
Adm Rede Tokusatsu
Adm TokuShow
Adm Mundo Tokusatsu
Adm Santuário dos Animes
Adm Mechas-Robôs dos Tokusatsu
Colaborador Planetsatsu

domingo, 16 de julho de 2017

Seiun Sentai Uniranger - Capítulo 08




Data Timming... Inciando transmissão...
Enquanto patrulhavam, Kenshin e Yuusuke acabam topando com uma garota cheia de mimos e irritações. O TechnoMonstro MatchRoid ataca a garota que acaba se apaixonando por Kenshin e o obrigado a lidar com ela. Aproveitando-se da discussão entre os dois, Kororu sequestra a garota fazendo Kenshin sentir-se culpado. Eles travam uma batalha terrível entre si e Kenshin finalmente salva a garota e admite ter se apaixonado por ela.
Data Timming... Fim da transmissão...

Aproveitando o belo dia que fizera naquela manhã, os nossos heróis decidem fazer um pique-nique no parque com Miya e Krinus. A alien parecia maravilhada e em paz respirando aquele ar puro.
- Como a Terra é maravilhosa quando está em paz. - ela comenta ao ver Yuusuke se aproximando e lhe entregando um copo descartável com suco.
- A vida no planeta Uni devia ser complicada, né? - o rapaz a olhava de uma forma diferente.
- Sim. - Miya respondia. - É difícil me lembrar de como era antes dos Terroristas Espaciais invadirem e iniciarem uma guerra.
Sempre que Miya falava sobre seu planeta e o quanto era dura a guerra, Yuusuke se sentia triste. Ele segura a mão da Uniana com força e ela, pela primeira vez, correspondia fechando os olhos com feição de lamento. Sem que ninguém prestasse a atenção, Ino observava aquilo um tanto triste. Takato a via triste e parecia se incomodar, mas mantinha-se calado.
- Não entendo. - dizia Krinus para Kenshin.
- O que não entende? - ele ficara curioso.
- Sou apenas um robô. - ele respondia. - Meu sistema não consegue encontrar um motivo para “desfrutar de um belo pique-nique.” - ele dizia reproduzindo a voz de Yuusuke.
- Ora, qualé! - diz Yuusuke se aproximando e apoiando seu braço no pescoço do robô e o puxando pra perto de si. - Pra gente você não é um robô! É um de nós, não é não?
- Um de vocês? - indagava Krinus. - Não sou humano, nem Uniano. Sou uma máquina programada para assistenciar os Uniranger.
- Heh... - Kenshin sorria um tanto sem graça. - Não foi isso o que a gente quis dizer...
No castelo maligno Brazidoran, o Rei Ika observava aos Unirangers se divertindo. Ele esticava seus tentáculos destruindo tudo o que estivesse mais próximo. A Imperatriz Diiruma tentava acalmá-lo.
- Meu amor, tenha cuidado com o seu coração! - dizia a vilã. - Vai acabar tendo um treco.
- Esses malditos Unirangers, só atrapalham!!! - o rei estava irritando. Os Dollers corriam dali fugindo dos tentáculos. - KORORU!!! RUU!!!
- S-Sim, majestade! - dizia Ruu correndo desesperando com seus pés enormes.
- Meu senhor. - Kororu aparece também fazendo reverencia.
- Porque não estão atacando a cidade?! - diz o Rei Ika irritado. - Já não aguento mais! A Terra tem de ser nossa! É nosso direito!
- Se-Senhor. - Kororu dizia com temor. - T-Tenha paciencia, senhor.
- Majestade, eu já enviei um novo TechnoMonstro para a cidade! - dizia o duende. - Neste exato momento, ele já deve estar reivindicando a Terra em nome do Império Brazillo!

Os grandes protetores do universo! Os Guerreiros escolhidos para defender a justiça em todos os planetas... Eles são... Seiun Sentai Uniranger!
Abertura: https://youtu.be/qLuMlTgRlXw


Launch 8 – Old but Gold

Um terrível monstro de corpo cinza e partes laranjas, com um enorme símbolo de “power” em seu peito atacava o parque. Ele tinha a cabeça em forma de uma câmera cinza com detalhes laranjas também. Acima da lente haviam dois olhos amarelos e malignos. Ele ataca algumas pessoas fazendo com que seus corpos se unissem.
- Veja só, como sou um artista! - diz o TechnoMonstro admirando seu trabalho. - Esse filtro ficou perfeito em vocês dois!
As duas pessoas que foram unidas saem correndo, apavoradas. O monstro ataca outra com outro filtro, fazendo com que a pele delas ficassem mais fortes, alaranjadas. O Rei Ika observava aquilo tudo contente.
- Perfeito, perfeito! - diz o rei. - É incrível! As pessoas estão apavoradas, desesperadas! Como eu amo essa feição no rosto dos humanos!
- O TechnoMonstro Retricappu tem a habilidade de usar os filtros de aplicativos de fotos nos seres humanos, podendo fazer com eles o que quiserem! Mexendo com a emoção humana! - explicava Kororu.
- Isso é incrível! - dizia Rei Ika. - Dessa vez vocês se superaram!
- Pois eu achei horrível! - dizia a imperatriz. - Usar um aplicativo criado para elevar o ego das pessoas de forma contrária... Que horror!
- Os humanos são realmente muito fúteis. - comentava Kororu. - Manipulá-los e aterrorizá-los é muito fácil nos tempos atuais.
O vilão sorria enquanto que o rei já comemorava a vitória antecipadamente. Porém, a atenção dele é voltada para o TechnoMonstro quando este é atingido por um disparo dos Unirangers que aparecem no local já transformados.
- TechnoMonstro, o que está fazendo com essas pessoas?! - dizia SeiunMars.
- Pare agora mesmo com o que estiver fazendo! - ordenava SeiunVenus.
- Pessoal, vejam só aquelas pessoas... - alertava SeiunSaturn.
Os heróis observam e veem uma delas com parte do corpo unida à da outra. Outras em uma cor como se tivesse tirado uma foto em negativo. Outra como se a saturação tivesse sido alterada.
- Isso é terrível! - dizia SeiunMercury levando as mãos à boca do capacete.
- Desgraçado, o que fez com essas pessoas?! - SeiunJupiter estava indignado.
- Ora, os seres humanos gostam tanto de tirar Selfies! - dizia Retricappu. - Sempre usando filtros para esconder seus defeitos, apenas dei a eles o que queriam! Hahahahahaha!
SeiunMars já não aguentava mais ouvir uma palavra sequer do monstro. Ele parte pra cima do vilão com a SeiunKen desferindo ataques de investida. O monstro desvia de todos os ataques. Porém, é acertado por SeiunVenus com a SeiunKen.
- Você me acertou! - diz o monstro surpreso. - Acabei baixando a guarda por causa do vermelhinho aí.
- Mas, hein? - SeiunMars coçava a cabeça. - Vermelhinho? É SeiunMars...
- Isso não tem a menor importância agora... - comentava SeiunSaturn.
- Vocês merecem um filtro especial! - dizia o TechnoMonstro disparando um raio pela lente.
O raio atinge os unirangers que, apesar do susto do ataque, acabam não sentindo diferença alguma. SeiunVenus ataca o vilão mais uma vez que escapa dos ataques sequenciados e toma uma certa distancia.
- Essa é a hora de tomar uma retirada estratégica! - ele diz encolhendo seu corpo ficando apenas uma camera flutuante que voa rapidamente pra longe dali.
SeiunVenus desativa a transformação se aproximando das vítimas enquanto Krinus se aproximava também.
- Krinus, por favor, cuide dessas pessoas. - ela dizia. - Pessoal, nos ajudem aqui!
- Err... Miya-chan... - dizia a voz de Ino um tanto diferente.
Miya olha pra ela e vê então que não só Ino como os outros estavam velhos. Ela olhava estranho para aquilo tudo.
- Quem são vocês? - Miya perguntava. - Porque estão com as roupas dos meus amigos?
- Miya-chan, somos nós. - dizia Ino. - Nós apenas... - Ino faz uma pausa. Ela olha um tanto deprimida. - Envelhecemos.
Eles retornam pra UniShip. Lá, Krinus examinava os Unirangers para tentar descobrir o que exatamente aconteceu. Miya estava apreensiva. Krinus teclava no computador da nave incessantemente até que a uniana se aproxima e bate no painel.
-Porque essa demora toda?! - diz Miya. - Não descobriu ainda?!
- Me desculpe Srta.Miya. - respondia Krinus. - As análises foram concluidas. - Krinus se aproxima dos outros. - Retricappu aplicou matrizes denominadas máscaras sob vocês, tornando-os velhos.
- Matrizes? - O velho Yuusuke coçava a cabeça. - To perdido.
- Hm... - Krinus tentava buscar outra forma de explicar. - É o que vocês humanos chamam de filtro de imagens. Segundo minhas pesquisas e análises, são muito comuns em aplicativos de imagens.
- Então, tudo isso não passa de uma maquiagem? - indagava Takato.
- Ótimo! Então é só tirarmos isso! - Yuusuke fazia um esforço como se tentasse expulsar algo. Mas logo se cansa, apoiando-se em uma cadeira e ofegante.
- Vocês não vão conseguir se livrar do filtro assim. - respondia Krinus. - Os filtros são transformações da imagem pixel a pixel, que não dependem apenas do nível de cinza de um determinado pixel, mas também do valor dos níveis de cinza dos pixels vizinhos.
Todos olhavam para Krinus com cara de paisagem. O robô logo percebe que eles não haviam entendido nada, inclusive Miya. Ele leva a mão à sua superfície de emissão de voz e emite um som como se estivesse pigarreando.
- Em resumo, o TechnoMonstro aplicou o filtro em seus genes como se fossem os pixels de imagem e os modificaram. O único jeito de reverter isso é derrotando ele.
- Mas espera aí. - interrompia Yuusuke. - Se estamos sob o efeito desse filtro que Retricappu usou, porque ela não envelheceu? - ele apontava para Miya. - Ela também foi atingida pelo golpe.
- Lembra que falei sobre os genes? - explicava Krinus. - Miya não é uma terráquea como vocês. Os genes dos Unianos envelhecem de forma diferente. Ela está sob o efeito, mas graças a seus genes de outro planeta, a Srta.Miya envelhece de forma lenta.
- Nossa... - Ino a olhava espantada. - Que inveja!
- Então já sabemos o que precisamos fazer! - dizia a Uniana. - Vamos pessoal, vamos encontrar Retricappu e acabar com isso!
Ela se vira para a porta e nota que ninguém a seguia. Ela se vira novamente e vê que eles mal se aguentavam em pé. Miya se aproxima preocupada.
- O que houve, pessoal?! Vamos!
- Srta.Miya. - Krinus chama sua atenção. - O corpo dos terráqueos ficam muito fragilizados quando envelhecem. Eles estão envelhecendo cada vez mais, isso os fazem fracos, não suportariam se transformar e luta.
- Pessoal... - ela os olhava triste, porém determinada. - Certo! Vou faze-los voltar ao normal! Eu prometo!
Em meio à cidade, Retricappu continuava a lançar filtros nas pessoas. Algumas se viam presas em molduras, outras estavam enroladas em selos. Ele parecia se divertir muito enquanto as pessoas gritavam desesperadas.
- Isso é o que acontece quando insistem em não entregar a Terra para o Império Brazillo!!! Nós governaremos este mundo, custe o que custar!!!
Retricappu é atingido em cheio por um disparo. Ele se vira e vê SeiunVenus se aproximando mudando a SeiunGun para SeiunKen. O monstro lança raios de filtros contra ela que os rebatia com a arma em sua mão. Em seguida ela se aproxima do monstro que defende com a arma presa em seu braço direito.
- Mas como é possível? - diz o monstro. - Eu usei o filtro de envelhecimento em você! Devia estar velha e sem energias agora!
- Agradeça ao meu gene alien! - ela dizia o empurrando com a SeiunKen e o atingindo com um golpe.
O monstro se afasta dela um tanto surpreso, mas logo se recompõe.
- Heh, você pode ser de outro planeta, mas os seus amigos não estão aqui... - ele deduzia enfim. - Isso quer dizer que eles são humanos e portanto estão sob o efeito! Você é apenas uma e nós somos muitos! Dollers!!!
Os soldados Dollers surgem obedecendo o comando do TechnoMonstro e partem pra cima da heroína que os enfrentava sem medo. Retricappu se junta a eles aumentando ainda mais a dificuldade da Uniana. Ela derrota os soldados ali e então prepara um ataque contra o monstro. A heroína dá um salto poderoso descendo em alta velocidade projetando seu pé à frente.
- Venus Final Kick!!! - ela anuncia ao tentar acertar o monstro com seu chute. Porém, o monstro segura seu ataque e a joga no chão.
Retricappu se aproxima dela e começa a acertá-la com uma sequencia de golpes. Ele se vangloriava dizendo o quão tola ela era por enfrentá-lo sozinha. De repente, algo atinge ele, era uma lata de refrigerante. Ele e SeiunVenus notam que as pessoas ali começavam a jogar as coisas contra o monstro.
- Deixe-a em paz! - dizia um cidadão.
- Não vamos deixar que faça mal a ela! - dizia uma outra.
Miya ficava surpresa com aquilo. Retricappu a solta e então começa a rir da cara das pessoas ali dizendo que eram todos tolos em se arriscarem daquele jeito. A heroína sentia a dor dos ataques e percebe que seu corpo já não estava tão resistente, provavelmente um efeito do filtro de envelhecimento. O TechnoMonstro acaba abaixando a guarda e é atingido por um ataque repentino de SeiunVenus.
- Pessoal, obrigada! - dizia a nossa heroína. - Mas deixem isso comigo! É perigoso demais pra vocês! Você está vendo Retricappu?! - ela se dirige a ele. - Vocês do Império Brazillo subestimam os habitantes desse planeta, eu posso estar sem os meus amigos aqui, mas eu certamente estou em maior número!
- Idiota! - o monstro dizia. - Isso não muda nada!
- Prepare-se!!! - a heroína corre na direção do monstro.
- Pode vir, sua alien enxerida!!!
Retricappu parte pra cima dela que faz o mesmo. De repente, SeiunVenus se joga pro lado esticando sua perna, fazendo com que o vilão caísse. Ela se levanta e o atinge com diversos golpes com sua SeiunKen.
- Pare com isso! - o monstro gritava. - Pare com isso!!!
- O que foi? - indagava a heroína. - Não está gostando da minha massagem?
Ela continuava com o ataque enquanto o monstro gritava de dor. Em seguida ela salta ativando sua arma pessoal, a Venus Shooter.
- Não é de efeito que você gosta? - diz ela. - Então prepare-se o meu ataque final! Venus Plasma Crush!!!
Ela dispara um poderoso raio de sua arma que atinge o monstro que recua soltando faíscas. As pessoas atacadas por Retricappu voltam ao normal assim como os outros Unirangers que, aliviados, correm para se juntar à SeiunVenus. Eles se aproximam dela já transformados.
- Mandou muito bem, Miya-chan! - dizia SeiunMars tocando seu ombro e comemorando.
No entanto, o monstro ainda não havia sido derrotado. Ele se levanta mesmo que fraco e de repente a imagem de um trevo de quatro folhas gigante surge acima dele passando pelo corpo do TechnoMonstro que torna-se gigantesco. Ele tenta atacar os heróis, mas esses desviam e chamam por seus mechas. A UniShip surge no céu disparando raios contra o monstro e então aterrissa. Um compartimento se abre revelando os mechas de cada um.
– SEIUN GATTAI! –
– LAUNCHING... RED ROCKET! –
– LAUNCHING... YELLOW DISK! –
– LAUNCHING... BLACK FIGHTER! –
– LAUNCHING... GREEN EXPLORER! –
– LAUNCHING... BLUE CRAFT! –
Os Unirangers adentram seus mechas e dão inicio ao gattai.
– STARTING! CHOU FORMATION! –
O foguete se encaixa à nave espacial. O jato de divide formando os braços que se acoplam ao robô. O carro espacial toma a forma de uma perna que se acopla à turbina direita do foguete enquanto o satélite toma a forma de uma perna também que se acopla à turbina esquerda do foguete. Um compartimento na parte superior do foguete se abre revelando um rosto que brilha seus olhos intensamente e se mantendo ligado.
- PODEROSO UNIGREAT! ATERRISSAR! – dizem todos em uníssono.
- Então vocês possuem um brinquedinho, huh? - diz o TechnoMonstro. - Vejamos se ele aguenta um tratamento de alta qualidade!!!
Retricappu parte pra cima de UniGreat que defende os ataques e o atinge com um soco.
- SpinningSlash! - diz SeiunVenus.
O disco voador no peito do robo se desprende e então UniGreat o gira de forma a criar uma energia em volta e o lança contra o monstro que se afasta soltando faíscas e gritando de dor. A lente de sua camera se parte.
- Essa não! - gritava ele. - Minha lente!!!
O Yellow Disk retorna para o robô prendendo-se em seu peito outra vez. SeiunVenus se reune com os outros novamente.
-Isso foi demais! - diz SeiunMercury comemorando e fazendo um sinal de joinha para a heroína.
- SEIUN SABRE! - dizia SeiunMars invocando a espada do robô.
UniGreat balançava sua espada de um lado para o outro. Em seguida ele puxa a espada e a para em 90º perpendicular à cabeça.
- CHOU SLASHING BOLT! – dizem os cinco em uníssono.
UniGreat enche sua lamina de energia com raios que caíam sob um fundo negro. O robô corre na direção do monstro e atravessa a espada verticalmente e depois horizontalmente. Secretappu gira seu corpo em 360º e se choca contra o chão criando uma grande explosão. UniGreat se posiciona em pé enquanto os Unirangers comemoravam a vitória.
- Ahhhh! - Yuusuke se esticava espreguiçando e feliz. - Cara, como é bom me sentir jovem novamente!
- Nem me fale! - comentava Ino. - Só de me olhar pro espelho e ver aquelas rugas todas... Credo!
Os três rapazes olhavam pra Ino estranhando.
- O-O que foi? - ela dizia um tanto sem graça com aquela atenção toda.
-Ora, deixem disso, rapazes! - dizia Miya se aproximando dela. - Ino é tímida, mas até mesmo uma pessoa tímida tem sua vaidade.
- Oh? - Yuusuke se aproxima de Miya. - Você conhece vaidade?
- Claro que sim! No planeta Uni, todos os homens pintam seu rosto quando vão acasalar.
- Espera... - Yuusuke se afasta. - Os homens se pintam? C-Como se estivessem indo pra guerra ou algo assim?
Takato revirava os olhos enquanto que Kenshin e Ino riam. Yuusuke fica confuso e então Takato dá um tapa em sua nuca afirmando que Miya estava tirando uma com a cara dele. Yuusuke ficava surpreso ainda mais com o quanto Miya parecia estar se adaptando à Terra.
Continua...

Pessoal! É hora do Quiz planetário!
A porta da sala de comando da UniShip se abre, Krinus teclava rapidamente no computador. A câmera se aproxima dele.
-Olá! O que acharam do episódio de hoje? Miya fazendo piada e tirando sarro da cara de Yuusuke, é... Parece que ela está ficando mais parecida com uma terráquea, não é mesmo? – dizia o robô. - O episódio de hoje foi centrado nela, portanto, vamos falar do planeta Venus! – ele apontava para o telão que mostrava uma imagem do planeta. Vênus gira no sentido anti-horário e, se passássemos um dia inteiro por lá, veríamos o sol nascer no oeste e se por no leste. Qual outro nome se dá pra isso e porque isso ocorre?

Encerramento: https://www.youtube.com/watch?v=1gRdGs1kIzg

Pessoal! É hora do quiz planetário!
- Oh, olá de novo! – dizia Krinus. – E então? Descobriram? Bom, a resposta é: Rotação Retrógrada! Esse é o outro nome dado ao movimento do planeta Venus. Os astrônomos especulam que a razão disso pode ter sido uma supercolisão de um asteroide ou outro objeto grande espacial no passado que alterou seu padrão rotacional. Aliás, devido a esse lento ritmo de rotação, um dos mais demorados de todo o Sistema Solar, o núcleo metálico de Vênus não é capaz de produzir um campo magnético como ocorre aqui no planeta Terra. Por hoje é só, mas fiquem aí e vejam o que vem a seguir!

Atention! Atention! A nave já vai partir!

Yuusuke convence Ino a sair da sua zona de conforto e levar Miya para passear na cidade, fazendo com que ela conheça um pouco mais do mundo feminino na Terra. Aproveitando-se disso, a Imperatriz Diiruma faz com que as duas caiam numa armadilha. Launch 9 – Make Up! Miya e Ino caem em uma armadilha


Velha Ino
 
Retricappu
Velho Yuusuke
Velho Takato
Velho Kenshin

terça-feira, 11 de julho de 2017

Daileon é o robô gigante mais poderoso(Por Luciano Alves)


"Daileon é o robô gigante mais poderoso?"

É quase um senso comum entre os fãs de tokusatsu que o "Gigante Guerreiro Daileon" é o mais querido do Brasil! Sucesso esse, que muito se deve ao excelente desenvolvimento e aproveitamento, do mesmo, dentro de sua série (Jaspion). Algo ainda não visto em outros do gênero. Mas, o fato dele ter um "cantinho" especial em nosso coração, o faz dele o mecha robô mais poderoso já apresentado em todas as séries tokusatsu?

Este texto não tem a menor intenção de menosprezar (ou algo do tipo) ao "nosso" Daileon. De forma alguma! É apenas a opinião de um fã de robôs gigantes que resolveu analisar, por uma determinada ótica, o quão poderoso é Daileon. Fiquem à vontade para discordar e comentar vossas opiniões.

Vamos começar... 

Para realizar essa análise, eu coloquei de lado todo o sentimento nostálgico para com ele (afinal, ele é o robô que mais marcou a minha infância) e analisei detalhes em suas lutas como: inimigos, soluções dadas para certas situações adversas etc. Fiz uma lista dos pontos positivos e outra com seus pontos negativos. Entre os pontos positivos, podemos destacar:

• Pode se mover sem um piloto: foi mostrado na série, que ele pode se mover sozinho, como no episódio "O Contra-Ataque de Daileon";

• É capaz de interessantes variações e combinações de socos e chutes;

• Força: é capaz de arremessar monstros dos mais variados portes físicos;

• Possui um ataque final que pouquíssimos inimigos não explodiram após recebê-lo (provavelmente, Haneda e Marigoss, do episódio 01, só escaparam da explosão por terem recebido apenas "metade" do golpe);

• Possui lasers que podem ser lançados do peito e de seus olhos;

• E por último, a espada dourada que lhe permite aplicar o poderoso Daileon Cosmic Laser;

Realmente, um repertório de respeito!

Teria Daileon fraquezas?

Após analisar, o que pode parecer incrível para alguns, aconteceu. Sim, Daileon tem suas fraquezas e limitações! Vamos a elas:

• Daileon, quase sempre, enfrentava feras irracionais enfurecidas pelo poder de Satan Goss. Todas as vez que ele enfrentou monstros com o mínimo de "inteligência" ou "raciocínio" ele enfrentou sérias dificuldades.

Exemplo 1, Daileon vs Bogan: No primeiro confronto, Gassami comandou Bogan de dentro de uma "cabine". Resultado, Daileon se viu obrigado a bater em retirada por ter a sua energia sugada. Já no segundo confronto entre eles, Gassami não controlou, diretamente, as ações de Bogan. O resultado foi a vitória de Daileon (e com estilo rs).

Exemplo 2, Daileon vs Aiga: Aiga era um monstro totalmente controlado por Aigaman, assim como Daileon era por Jaspion. Após os primeiros embates, Aigaman estudou melhor Daileon. Jaspion, também, fez as suas considerações sobre Aiga. Porém, Aigaman preparou Aiga melhor para o confronto e a luta se mostrava, amplamente, a favor de Aiga. Se o Jaspion não tivesse interferido, diretamente, no "raciocínio", no comando de Aiga (destruindo Aigaman) a tendência era que com o prosseguir da luta, Daileon não conseguisse vencer Aiga.

E exemplo 3: Satan Goss e Poderoso Satan Goss: Enquanto Satan Goss não havia evoluído, os embates entre eles eram difíceis para Daileon (muito por conta da poderosa espada de Satan Goss). Satan Goss jamais sucumbiu ao poderoso "Golpe Daileon". Detalhe, ele recebeu o ataque em duas oportunidades! Após a sua evolução, a diferença entre ambos ficou enorme! Daileon não conseguia se aproximar de Satan Goss e nem mesmo em posse da espada dourada, a situação parecia favorável ao Gigante Guerreiro. Foi necessário que o Tarzan (o bebê) paralisa-se os movimentos do Poderoso Satan Goss para que ele obtivesse a vitória;

• Daileon possui um baixíssimo arsenal bélico: Daileon sempre utilizava socos e chutes como base de seu estilo de luta. O problema é que nem todos os inimigos poderão ser derrotados na base da "porrada". Ele precisa se aproximar de seus oponentes e como vimos contra Aiga (portador de uma broca, serra e martelo) e contra o Poderoso Satan Goss (portador de tentáculos) nem sempre pode dar certo lutar próximo ao oponente. E como ele não tem muitos recursos para atacar à distância, a luta fica difícil (vide luta contra Aiga, que à distância, o atacava com a serra-bumerangue e o atraía com o martelo-corrente). Lembrando que em um combate mortal entre o bem e o mal, não dá pra esperar que o inimigo lute desarmado só por questão de honra. Todos lembram de Cavaleiros do Zodíaco em que Atena não gostava que seus cavaleiros utilizassem armas, mas, isso não impedia que os guerreiros dos outros deuses utilizassem e a questão nunca foi tratada como deslealdade, uma vez que a não utilização é uma opção pessoal de Atena;

• Daileon tem dificuldades em lutas subaquáticas: como vimos nas lutas contra  Pirossauro, contra Aiga e contra Destros, Daileon tem dificuldades debaixo d'àgua. Muito se deve ao seu estilo de luta que fica comprometido devido à restrição de movimentos imposta  pela submersão;

• Daileon voa, ok. Mas, saberia lidar com uma batalha aérea? Na série, não nos foram mostradas as habilidades aéreas de lutas (se é que ele as tem) de Daileon. Lembrando que o Daileon Kick é executado em um salto e não durante o voo;

Bom, depois de analisar esses pontos fortes e fracos de Daileon, podemos fazer uma comparação com outros robôs gigantes de outras séries tokusatsu. A conclusão que eu chego, é que Daileon é o robô mais bacana das séries tokusatsu! Seu estilo é muito legal de ser ver! Mas, ele não é o mais completo, logo, não é o mais poderoso! Em diversos cenários, ele seria colocado em situações de desvantagens para com outros robôs. Lutas aquáticas, lutas aéreas, oponentes com até mais de cinco mentes raciocinando contra e com um arsenal bélico impressionante e com altíssimo poder de destruição (robôs dos Super Sentais, por exemplo) etc.

Particularmente, gostei de ter realizado essa análise sobre os pontos positivos e negativos de Daileon. Não diminuiu em nada a minha admiração por ele, mas me fez conhecer fatos sobre ele que me passaram despercebidos enquanto meus olhos brilhavam ao vê-lo na tela! É isso! Até próxima, Animetokufãs!


Por Luciano Alves de Souza

Adm Rede Tokusatsu

Adm Fãs de Séries Japonesas

Adm página Mundo Tokusatsu

Adm página TokuShow

Adm página Santuário dos Animes

Adm página Boruto, Filho de Naruto & Animes

Colaborador Planet Satsu                      

quinta-feira, 6 de julho de 2017

ESQUADRÃO DIMENSIONAL FORCE FIVE - EP 16


ESQUADRÃO DIMENSIONAL FORCE FIVE - EPISÓDIO: A BUSCA

Nos últimos episódios de Esquadrão Dimensional Force Five….

domingo, 2 de julho de 2017

Você é fã de tokusatsu ou fã das séries da Manchete? - Por Luciano Alves de Souza


Fala galerinha do Planet Satsus, nós ao longo desses anos de Blog sempre encontramos pela frente parcerias que nos levaram a sermos o blog que somos hoje, e um desses parceiros, hoje atual colaborador do Planet Satsus, escreveu um texto com um ponto de vista bem interessante. O texto abaixo é de Luciano Alvez, ADM do Rede Tokusatsu, Fãs de Séries japonesas e tantas outras páginas e grupos. É um texto para refletir!

"VOCÊ É FÃ DE TOKUSATSU OU FÃ DAS SÉRIES DA MANCHETE"?

Com o lançamento dos filmes Girls in Trouble e Gavan vs Dekaranger_Space Squad, a tokunet brasileira ficou repleta de "mimimi" quanto a pequena aparição de Jaspion. Essa situação, trouxe de volta uma antiga questão:

É fã de tokusatsu ou só fã das séries exibidas na tv brasileira? 

O fã de tokusatsu é aquele que assiste as séries e, no final, dá sua opinião dizendo se gostou ou não. Ressaltando que como ele assistiu até o final, ele tem o conhecimento sobre o visual, sobre o enredo, sobre o desenvolvimento da história e de personagens e sobre a conclusão. Se gostou ou não, a sua opinião deve ser respeitada, primeiro por educação e segundo, porque ele assistiu a série, conhece a série.

Os fãs somente das séries exibidas no Brasil são aqueles que, obviamente, assistiram inúmeras vezes as séries exibidas por aqui e que ou não se interessam por séries não exibidas aqui ou que nem sabem que elas existem. "Uma pessoa tem o direito de apenas gostar e querer assistir as séries exibidas aqui?" Tem. Total direito e deve ser respeitado. "Então, qual o problema?" Simples. O problema é que, enquanto os fãs de tokusatsu (na sua maioria) são respeitosos para com as séries exibidas no Brasil, os fãs somente dessas séries são (na sua maioria) extremamente desrespeitosos com as séries não exibidas. E o pior, por vezes, sem ter o menor conhecimento sobre elas, realizando julgamentos precipitados, levianos e leigos sobre as mesmas. Quem nunca perguntou: "qual é a melhor série Kamen Rider que existe?" E nunca escutou como resposta: "Ué, existem mais além do Black e do Black RX? Eu nem preciso assistir aos demais porque já sei que é o Black!" etc etc etc. São por atitudes radicalistas como essas, que o tokusatsu perdeu espaço entre os jovens. Muito por causa dessa mentalidade de que "só a minha época é que prestou e a de vocês (jovens) é lixo! É modinha!"

Pelo bem e pela sobrevivência da cultura tokusatsu no Brasil, é preciso sair da "bolha"! Nunca esquecer o passado maravilhoso, mas não ter preconceito com o presente para que tenhamos um futuro. Como é que vamos convencer os jovens a gostarem de tokusatsu chamando as obras que eles curtem hoje de "lixo", de "modinha"? E depois mostrando um vídeo de 1985, por exemplo?

Eles não tem a mesma idade do que você! Ele não viveu a sua época! Os gostos da geração dele são diferentes do que o seu. Entenda isso! Respeite isso! Se na sua época, enquanto você curtia Jaspion e Changeman, por exemplo, viesse um marmanjo dizendo que era "lixo" e o que era bom era uma obra antecessora, você iria gostar ou ficar com raiva de quem não respeita os seus gostos?

Não seria mais inteligente mostrar algo mais de acordo com a geração deles (jovens) e depois que já tiverem "pegado o gosto", ir introduzindo aos poucos as obras clássicas?

Agora, antes de querer abrir a mente de terceiros, é preciso abrir a sua mente, primeiro. É preciso entender que as séries exibidas no Brasil sempre terão um cantinho especial em nosso coração, mas que não precisamos ter medo de conhecer séries novas. Ou se não quisermos conhecer, que tenhamos sabedoria e educação de curtir as nossas sem preconceito (julgando sem conhecer e, simplesmente, por ignorância) as demais. Faça essa auto reflexão: "Eu sou fã de tokusatsu ou apenas das séries exibidas no Brasil?"

Luciano Alves de Souza: ADM Rede Tokusatsu, ADM Fãs de Séries Japonesas, ADM Mundo Tokusatsu, ADM TokuShow, ADM Santuário dos Animes e Colaborador Planetsatsu

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Seiun Sentai Uniranger - Capitulo 07



Data Timming... Inciando transmissão...
Misaki, o irmão de Takato reaparece na vida do herói. Takato não se vê nada contente com isso. No passado, Misaki acabou se envolvendo com criminosos barra pesadas e Takato levou a culpa em seu lugar, envergonhando a família e o fazendo ser expulso. O Império Brazillo se aproveita da situação para atacar Takato e o irmão os enfraquecendo com o TechnoMonstro Secretappu. Secretappu tem a habilidade de trazer a tona os segredos mais obscuros das pessoas. Porém, o tiro sai pela culatra e isso acaba fortalecendo Takato que vence o monstro e faz as pazes com o irmão prometendo voltar para casa um dia.
Data Timming... Fim da transmissão...

Kenshin e Yuusuke patrulhavam a cidade a pedidos de Miya que havia encontrado leituras suspeitas no centro. No entanto, tudo parecia em vão. Os dois já estavam cansados quando decidem parar e relaxar. Yuusuke pegava dois cachorros-quentes e entregava um para Kenshin que estava sentado em frente ao trailer.
- Cara... – Yuusuke dava uma abocanhada em metade do cachorro quente. – Patrulhar dá uma fome!
- Ei, Yuusuke... – dizia Kenshin que parecia preocupado. – Tem certeza que a gente devia tá aqui comendo?
- Ihhh, relaxa, Ken-chan! – dizia o rapaz jogando os pés sob a mesa à sua frente. – Mesmo que fosse um problema, ela não teria como saber, não é?
- É... Acho que você tem razão! – Kenshin sorria. – Bobagem a minha me preocupar, né? Hahahahahaha! Miya-chan dá medo às vezes!
- Verdade! Hahahahahhahaha!
Os dois riam bem alto. Kenshin se levanta para pedir outro cachorro quente quando esbarra em alguém sem querer.
- Opa, desculpa! – dizia ele. – Estava distraído e-
- Idiota! – dizia uma garota que, apesar da feição brava era até muito bonita. Tinha o cabelo curto batendo mais ou menos na altura do queixo, pretos assim como os olhos. Ela usava uma jaqueta jeans com uma camisa preta por baixo. Saia também jeans e um par de botas de couro. – Devia olhar por onde anda!
Kenshin ficava sem reação, ele nunca fora muito bom com situações assim. Normalmente ele sempre evitava uma discussão. Ele tentava desviar o olhar o tempo inteiro.
- Pra onde está olhando? – indagava a garota o encarando. Kenshin ficava um tanto sem graça. Ele não sabia como reagir e aquilo o estava deixando nervoso. – O meu rosto está aqui!
- D-Desculpa, eu...
- Desculpa nada! – dizia a garota um tanto brava. – O mínimo que pode fazer é pedir outro refrigerante pra mim!
- C-Certo.
Kenshin faz o que a garota pedia. Quando ele menos percebe tanto ele quanto Yuusuke estavam com essa garota lá. Eles estavam comendo completamente sem graça e olhando um para o outro.
   
Os grandes protetores do universo! Os Guerreiros escolhidos para defender a justiça em todos os planetas... Eles são... Seiun Sentai Uniranger!
Abertura: https://youtu.be/qLuMlTgRlXw


Launch 7 – Um amor para Kenshin

As pessoas no centro estavam correndo desesperadas. Um monstro cujo traje lembrava um terno com corações vermelhos aparecia. Ele tinha um longo topete na cabeça, o rosto metálico e um óculos escuro. Ele tirava uma placa em forma de um X e jogava contra casais que, ao serem atingidos, começavam a brigar. No entanto, naquele exato instante, SeiunMars e SeiunJupiter surgem saltando no ar e o acertando com um chute.
- Parado aí TechnoMonstro! – dizia SeiunJupiter. – O que pretende atacando essas pessoas?!
- Seja o que for, não vamos permitir! – dizia SeiunMars em seguida.
- Ora, ora se não são os Unirangers! – dizia o monstro. – Não estou fazendo nada demais! Apenas cumprindo o meu dever!
- Seu dever?! – diziam os dois em uníssono.
- Minha função é julgar se os casais são realmente feitos um para o outro ou não. E fazer com que os solteiros encontrem o seu par romântico!
- Ou seja, você brinca com os sentimentos alheios... – dizia SeiunJupiter cerrando os punhos. – Maldito...!
Indignado, SeiunJupiter parte pra cima do monstro que desvia dos seus ataques. SeiunMars o ataca também em seguida. O monstro conseguia trocar golpes com os dois por algum tempo quando os outros finalmente chegam.
- Pessoal! – dizia SeiunMercury se aproximando junto com Saturn e Venus. – Vocês estão bem?
Os dois respondiam afirmativamente. O TechnoMonstro leva as mãos aos corações em seu terno que se materializam, ele então lança esses corações contra eles que explodem ao tocarem o chão. Os cinco heróis saltam cada um para um lado.
- Cinco contra um... – dizia o monstro contando. – Não acham que é uma covardia?
- Covardia é atacar essas pessoas inocentes! – diz SeiunVenus.
- Atacar?! – o monstro ficava indignado com as palavras da heroína. – Dollers!!!
O monstro estica o braço no que máscaras surgiam e delas saíam notas de dinheiro que se aglomeravam e formavam o corpo dos soldados. Os Dollers começam a mover os braços e pernas e então partem pra cima dos nossos heróis que começam a lutar com eles. Enquanto lutavam, a garota que Kenshin e Yuusuke esbarraram no trailer de cachorro quente passava por ali com um sorvete na mão, ela estava para toma-lo quando os casais que discutiam esbarram nela deixando seu sorvete cair.
- Aff... Mas o que há com o dia de hoje?! – reclamava a garota. – Vai todo mundo esbarrar em mim, é?
Em meio àquilo, Jupiter acaba a avistando e desfere um golpe contra um dos Dollers indo até ela em seguida e a pegando pelo braço.
- Você não pode ficar aqui! – dizia ele a puxando. – É perigoso!
- Eu hein! – ela se soltava dele. – Tá maluco?! Você não manda em mim não!
- Quê? – o herói ficava surpreso com a reação da garota. – Você é mesmo... Anda, está correndo perigo!
Ele tenta segurá-la novamente, mas a garota se solta dele e o empurra.
- Sai fora, seu tarado! Eu nem te conheço! Pra mim você só é um pervertido fantasiado.
- Grr... – Jupiter respirava fundo. Ele então desativa sua transformação se revelando à garota. – Pronto, satisfeita? Nós nos conhecemos, será que agora você vai vir comigo?
Não havia tempo para esperar uma resposta da garota. Kenshin sabia o quão perigoso era ela ficar ali. Em meio aquilo tudo, o TechnoMonstro avista os dois.
- Oh... Mas que belo casal... – pensava o monstro em voz alta. – Eu não aguento! – ele girava esticando os braços. – Preciso faze-los ficarem juntos!!!
Ele retira uma placa em forma de um círculo rosa e a lança contra os dois que discutiam ali. Kenshin continuava a tentar puxá-la e leva-la a um lugar mais seguro, mas a garota o empurra no momento em que o círculo acaba por atingi-la. O ataque a atinge com tanta força que ela acaba desmaiando nos braços de Kenshin que a segura no mesmo instante. SeiunMars se desvencilha dos Dollers e ataca o TechnoMonstro que apenas desvia.
- Desgraçado, o que fez com ela? – indagava o herói vermelho.
- Sorry! – dizia o monstro em inglês. – Business is business, my friend!
O TechnoMonstro desaparece numa explosão de corações assim como os Dollers. Os nossos heróis correm na direção de Kenshin desativando a transformação. O rapaz tentava fazer a garota despertar.
- Ei! – dizia ele dando pequenos tapas no rosto dela. – Acorde! Acorde! – o rapaz dizia no que ela finalmente abre os olhos. – Você está bem?
A garota olhava um tanto atordoada ainda quando finalmente olha para Kenshin. Seus olhos pareciam se encher de alegria e então a garota o agarra forte sorrindo.
- Meu herói!!! – ela dizia. – Emi-chan será sua a partir de hoje e para todo o sempre!!!
- Q-Q-QUÊ?!!!! – Kenshin gritava soltando-se dela.
Yuusuke não conseguia se conter. Ele começava a rir. No castelo Brazidoran, o Rei Ika não parecia muito contente. Ele gritava aos quatro ventos pelo nome de Ruu. A Imperatriz Diiruma tentava acalmá-lo.
- Duende!!!! – gritava o rei. – Duende!!!!
- Sim, majestade! – dizia Ruu correndo com seus pés grandes e desengonçados. – O-O que deseja?
- Quem lhe deu a ordem de enviar um TechnoMonstro?
- N-Ninguém, ma-majestade! – diz o duende com medo. – P-Peço que me perdoe alteza. Por favor, me deixe continuar. O TechnoMonstro MatchRoid tem a habilidade de juntar e separar casais!
- Meu senhor! – dizia o TechnoMonstro se aproximando e se ajoelhando diante do Rei Ika. – Eu consegui fazer com que uma garota irritante se apaixonasse por um dos Unirangers, SeiunJupiter ficará entretido com ela e separado dos demais.
- Os Unirangers separados não são tão fortes... – dizia Kororu. – Podemos nos aproveitar disso para derrota-los, senhor! Pode dar certo!
- Muito bem, deixarei com que siga com o plano, mas Kororu, você tomará a frente a partir de agora!
- Será uma honra, senhor!
- O quê?! – o duende ficava indignado. – Mas o plano foi meu! Majestade!
- Isso não importa! – dizia o Rei Ika irritado. – Quero SeiunJupiter aniquilado imediatamente, ouviu bem?!
Os dois acabam acatando as ordens do rei, mesmo com Ruu sob protesto. De volta a Kenshin, o rapaz não sabia o que fazer. Ele estava sendo arrastado de um lado para o outro por Emi que o fazia segurar compras e mais compras. O rapaz já não aguentava mais. Ela continuava a puxá-lo quando Kenshin finalmente se cansa e firma o pé no chão.
- O que foi? – perguntava a garota.
- Estou cansado. – respondia Kenshin.
- Oh... Desculpa. – ela sorria. – Tudo bem, a gente para aqui e descansa um pouco. Você pode comprar um sorvete pra mim.
- Não. – ele respondia. – Você não entendeu.
- Hã? – Emi ficava confusa.
- Estou cansado disso. Você é... – Kenshin parecia tentar procurar as palavras certas. – Como posso dizer?
- Eu sou? – ela parecia ansiosa, pensando em que tipo de elogio ele faria.
- Fútil.
- Quê? – ela ficava surpresa com a sinceridade do rapaz.
- É, isso mesmo! – dizia Kenshin finalmente jogando as compras no chão e respirando aliviado. – Seu papo é chato e você só quer saber de comprar bobagens. Estou quase o dia todo carregando suas compras e você simplesmente nem aí. Agora ainda quer que eu compre um sorvete pra você! Pra você! Não liga pra mais nada e nem ninguém!
- Que é isso! – ela dizia chocada. – Como pode falar assim comigo? Com a sua namorada!
- Você não é minha namorada! – diz Kenshin se cansando daquilo. – Nós não somos nada! Você só está sob o efeito do TechnoMonstro!
Emi dá alguns passos pra trás. Ela não podia acreditar na frieza e na franqueza de Kenshin. Seus olhos se enchem de lágrimas. Kenshin dá de costas pra ela e, indignada, a garota sai correndo o chamando de idiota. O rapaz não dá importância no momento, porém, o tempo passa e Emi não voltara nem dera sinal. Ele estava começando a se preocupar e a se sentir mal pelas duras palavras. Kenshin decide procura-la pelo centro da cidade quando de repente percebe um movimento suspeito e desvia. Uma lamina se finca na parede ao lado dele e ele se depara com Kororu.
- Hã?! – Kenshin se armava para lutar. – Você é Kororu, não é?
- Está atrás da garota, não é mesmo? – perguntava o vilão.
- Desgraçado, o que fez com Emi?! – Kenshin parte pra cima do vilão e o segura. – Fala desgraçado! Onde está ela?! Onde?!
- Não toque em mim humano nojento! – o vilão dá um tapa na cara do nosso herói. – Você a quer ou não? – Kororu se virava de costas. – Se a quer, siga esse sinal. – ele cria uma luz com seu dedo e a dispara para cima rumo ao norte de onde estavam. – Se a quiser viva, é só seguir o feixe de luz. Mas já aviso, se avisar os seus amigos, Emi morre!
Kororu desaparece diante de Kenshin que olhava o feixe de luz completamente aflito. Sem o que fazer, Kenshin corre culpando-se por tudo o que acontecera. Se algo ocorresse com Emi ele jamais se perdoaria. Era isso que passava em sua mente naquele momento. Ele segue o feixe de luz até um campo afastado da cidade onde acaba se deparando com o vilão novamente.
- Kororu?! – o rapaz dizia surpreso.
- Tudo por causa de uma garota... – o vilão ria sadicamente. – Vocês humanos são mesmo uns idiotas!!! - o vilão ataca Kenshin com um chute o fazendo cair. – Hoje será o seu fim!
- Desgraçado! – Kenshin se levanta furioso. – Onde está Emi?! Fale!!!
Ele escuta os soldados Dollers que seguravam Emi enquanto ela gritava por socorro. Kenshin corre na direção deles gritando pela garota quando é atacado por MatchRoid.
- Vão pagar pelo que fizeram a Emi! – diz Kenshin ativando seu Uni-Maker. – Seiun Key!
Kenshin estava para se transformar quando MatchRoid dispara os corações explosivos e o impede de se transformar. O TechnoMonstro o agarra e o acerta com socos e chutes que o levavam ao chão novamente. Kororu ria daquilo tudo.
- Vamos lá, MatchRoid! – ordenava o vilão. – Mate-o de uma vez!
- Sim, senhor! – o monstro se aproxima de Kenshin e o segura pelo pescoço o enforcando.
Kenshin começava a sentir seu corpo fraquejar. Ele ainda lutava segurando os braços do monstro com as duas mãos enquanto balançava suas pernas no ar. Ele não podia morrer ali, não podia deixar Emi em perigo daquela forma. Como se pudessem ouvir os pensamentos do rapaz, os outros Unirangers aparecem transformados e disparando contra os vilões com suas SeiunLasers.
- Dollers! – ordenava Kororu.
Os soldados seguram Emi com mais força. Kenshin que agora estava livre do monstro, aproveita a situação e ataca os Dollers salvando a garota. Os outros se aproximam dele para dar cobertura.
- Kenshin, prepare-se! – dizia SeiunVenus.
- Ok! – ele ativa o Uni-Maker novamente. – SeiunKey! Start Henshin!
– JUPITER
– 
LAUNCH – 
Um brilho o envolve. Ao fundo aparece o universo. Seu corpo brilha intensamente e desse brilho surge um uniforme, que se completa com o capacete em sua cabeça.
- O Guerreiro Explosivo! - diz SeiunMars jogando o tronco pro lado direito enquanto levava o braço esquerdo por cima da cabeça e levando o punho direito pra frente no que a imagem do planeta Marte aparecia no fundo – SeiunMars!
- O Guerreiro Magnetizante! – diz SeiunSaturn batendo com as duas mãos na sua frente e então posicionando a direita ao lado da cabeçca e a esquerda na frente, ambas com o punho aberto como se fosse garras, enquanto a imagem do planeta Saturno aparecia no fundo – SeiunSaturn!
- A Guerreira Brilhante! – diz SeiunMercury rodopiando como se segurasse um véu e então jogando as pernas cada uma para um lado, levando uma das mãos pra cima enquanto a outra se posicionava na cintura enquanto a imagem do planeta Mercúrio aparecia no fundo – SeiunMercury!
- O Guerreiro Turbulento! – diz SeiunJupiter jogando sua perna direita para trás de forma a se cruzar com a esquerda. Ele joga os braços pro lado esquerdo, se levanta jogando o torso para a direita e posicionando o braço direito como se fizesse um muque enquanto a imagem do planeta Júpiter aparecia no fundo – SeiunJupiter!
- A Guerreira da Alvorada! – diz SeiunVenus fazendo movimentos com as mãos na frente da cabeça. Ela desliza a perna direita para trás como num passo de tango joga o braço esquerdo para cima. Em seguida o move rapidamente para o lado enquanto o direito vai pra frente no que a imagem do planeta Vênus aparecia no fundo – SeiunVenus!
- Os guerreiros nascidos das galáxias! Seiun Sentai... - diz SeiunVenus.
- UNIRANGER!! – diziam os cinco em uníssono enquanto uma explosão ocorria atrás e o símbolo de um planeta surgia ao fundo.
- Malditos Unirangers! - dizia Kororu indignado. - MatchRoid, Dollers, ataquem!
Os vilões partem pra cima deles que começam a trocar alguns golpes. Kororu ataca SeiunMars e SeiunVenus, o monstro ataca SeiunMercury e SeiunSaturn enquanto que SeiunJupiter derrotava alguns soldados com a SeiunKen. Ele salta e os acerta com alguns chutes. Já cansado daquilo, o monstro deixa Mercury e Saturn com os Dollers e parte pra cima de Jupiter que era acertado com um golpe.
- Ele é forte demais!!! - dizia SeiunJupiter. - Eu estou preocupado com Emi aqui, o que eu devo fazer?! O quê?!
- Idiota! - gritava Emi mais ao longe. - O que está fazendo?! Não se preocupe comigo!
Emi voltava a se esconder em seguida. Jupiter parecia usar as palavras dela como força e então revida o ataque do monstro. Ele então cria luvas de luz cristalizada em seus braços e desfere poderosos socos contra MatchRoid.
- Jupiter Lightning Punch! - ele dizia enquanto desferia os golpes.
O vilão se afasta sentindo dor e sendo levado ao chão. Em seguida, SeiunJupiter invoca sua arma a Jupiter Slasher a esticando para cima.
- Jupiter Thunder Slash! - vários trovões caem sob sua lamina, em seguida, ele corre em direção ao TechnoMonstro e o atravessa com a lamina eletrificada.
Emi olhava aquilo comemorando enquanto que Kororu o amaldiçoava. Os outros Unirangers se aproximam dele comemorando também. Eles então decidem chamar o Magnum Cannon. De dentro da UniShip, soava o anuncio de um lançamento. Uma espécie de nave pequena era preparada.
3... 2... 1...    MAGNUM CANNON! LAUNCH!
 A nave aciona os propulsores e realiza o lançamento. Ela voa diretamente até onde os nossos heróis se localizam e pousa nas mãos de SeiunMars que a posiciona deitada enquanto os outros o ajudam a segurá-la.
- MAGNUM CANNON! – dizem os cinco em uníssono.
- Preparar para o lançamento! – dizia SeiunJupiter olhando para SeiunVenus que tentava centralizar o vilão no meio.
- Na mira! – diz ela ao conseguir.
- Disparar! – comandava o Uniranger jupiteriano.
No que o comando é dado, a cabeça da arma nave é disparada numa velocidade surpreendente. Com a imagem de uma nave espacial atravessando os planetas e asteroides dos respectivos heróis, ela atravessa o monstro com tudo. Assistindo a tudo de dentro do Castelo Brazidoran, Ruu estava indignado com o que ocorrera à sua criação e então inicia o feitiço para que MatchRoid ficasse gigante. A imagem do trevo aparece e passa pelo corpo do TechnoMonstro que revive tornando-se gigantesco.
- MatchRoid, essa é sua última chance! - dizia Kororu. - Não ouse perder!
O vilão desaparece deixando o resto com o monstro gigante que tenta atacar os nossos heróis, mas estes saltam para os lados e SeiunVenus pede reforços. A UniShip surge no céu disparando raios contra o monstro e então aterrisa. Um compartimento se abre revelando os mechas de cada um.
– SEIUN GATTAI! –
– LAUNCHING... RED ROCKET! –
– LAUNCHING... YELLOW DISK! –
– LAUNCHING... BLACK FIGHTER! –
– LAUNCHING... GREEN EXPLORER! –
– LAUNCHING... BLUE CRAFT! –

Os Unirangers adentram seus mechas e dão inicio ao gattai.
– STARTING! CHOU FORMATION! –
O foguete se encaixa à nave espacial. O jato de divide formando os braços que se acoplam ao robô. O carro espacial toma a forma de uma perna que se acopla à turbina direita do foguete enquanto o satélite toma a forma de uma perna também que se acopla à turbina esquerda do foguete. Um compartimento na parte superior do foguete se abre revelando um rosto que brilha seus olhos intensamente e se mantendo ligado.
- PODEROSO UNIGREAT! ATERRISSAR! – dizem todos em uníssono.
UniGreat se move dizendo estar pronto para a batalha. Ele então salta acertando MatchRoid com seu pé esquerdo. O monstro então retira uma placa em formato de um x e atira contra o robô que é atingido e solta faíscas.
- Se continuar assim, a gente vai acabar desfazendo o gattai! - dizia Saturn após olhar o painel do robô.
- SeiunShield! - dizia Mars pressionando um botão.
UniGreat puxa um escudo que usa pra se defender das placas que o monstro continuava a atirar contra eles. Em seguida, UniGreat dispara um raio com os olhos atingindo MatchRoid que recua um pouco com o impacto.
- Pessoal, vamos acabar com isso! - dizia SeiunMars.
- Certo! - respondiam os outros em uníssono.
- SEIUN SABRE! - dizia SeiunMars invocando a espada do robô.
UniGreat balançava sua espada de um lado para o outro. Em seguida ele puxa a espada e a para em 90º perpendicular à cabeça.
- CHOU SLASHING BOLT! – dizem os cinco em uníssono.
UniGreat enche sua lamina de energia com raios que caíam sob um fundo negro. O robô corre na direção do monstro e atravessa a espada verticalmente e depois horizontalmente. Secretappu gira seu corpo em 360º e se choca contra o chão criando uma grande explosão. UniGreat se posiciona em pé enquanto os Unirangers comemoravam a vitória.
- Isso sim é uma vitória de outro mundo! - dizia SeiunMars fazendo joinha para a tela.
Passado algum tempo, os nossos heróis andavam pela cidade conversando a respeito de Emi e Kenshin.  Todos faziam gracinhas a respeito deles como um casal, deixando Kenshin extremamente sem graça.
- E então, Don Juan! - Yuusuke apoiava seu braço nos ombros do rapaz. - Quando será o novo encontro?
- Pare com isso,  Yuusuke-kun! - Kenshin tirava o braço dele. - Não tem nada haver! Ela estava sob o efeito do monstro. Não se apaixonou de verdade. Pra ser sincero acho que ela nem deve tá se lembrando de mim agora.
- Você! - uma voz conhecida aos ouvidos de Kenshin era escutada vinda de trás. Kenshin se vira e se depara com Emi. Ela se aproxima como se estivesse furiosa e então se curva. - Me perdoe!
- Hã? - Kenshin estava confuso.
- Eu acabei lhe causando problemas.
- Que isso! - Kenshin dizia sem graça. - E-Está tudo bem.
- Sabe, apesar de atrapalhado e de ter me dito aquelas coisas horriveis... - Emi o olhava de cima a baixo. - Até que você é um gatinho.
- Desculpe ter dito aquilo. Eu não devia...
- Tudo bem, não era nenhuma mentira. - ela respondia.
Os dois se olhavam sem graça. Yuusuke se aproxima e então coloca a mão de um segurando a de outro. Os dois ficam ainda mais sem graça, no entanto não se soltavam. Dentro de Kenshin e Emi uma nova chama se ascendia.
Continua...

Pessoal! É hora do Quiz planetário!
A porta da sala de comando da UniShip se abre, Krinus teclava rapidamente no computador. A câmera se aproxima dele.
- Olá! O que acharam do episódio de hoje? Kenshin parece estar muito feliz com esse novo amor, não acham? Espero que dê certo! – dizia o robô. - O episódio de hoje foi centrado nele, portanto, vamos falar do planeta Jupiter! – ele apontava para o telão que mostrava uma imagem do planeta. - Jupiter possui a maior lua do Sistema Solar! Qual o seu nome?

Encerramento: https://www.youtube.com/watch?v=1gRdGs1kIzg

Pessoal! É hora do quiz planetário!
- Oh, olá de novo! – dizia Krinus. – E então? Descobriram? Bom, a resposta é: Ganimedes. Ela possui diâmetro maior do que o do planeta Mercúrio e faz parte das “Quatro Grandes Luas” de Jupiter, as outras são Europa, Callisto e Io. Detalhe: Ganimedes reúne 70 vezes mais água do que todos os oceanos da Terra. Por hoje é só, mas fiquem aí e vejam o que vem a seguir!

Atention! Atention! A nave já vai partir!
Um novo TechnoMonstro está aterrorizando a cidade. Com os Unirangers agora transformados em velhinhos e incapazes de lutar, caberá a Miya tentar lidar com a situação. Launch 8 – Old but Gold


Emi
MatchRoid